• Atendimento
  • Portal Geográfico
  • Banner Por um país com bom ar
  • Banner Andante
  • Banner Arquivo municipal digital
  • Banner Memórias OAZ
  • Banner IFRRU
  • Banner Portugal 2020
  • Banner A minha rua
  • Banner INDAQUA

Exposição "A Preto e Branco" - Exposição de Mena D' Oliveira

Oliveira de Azeméis
Dia: 15 de janeiro a 5 de fevereiro de 2016
Horário: segunda a sexta das 9h às 12h30 e das 14h às 19h
Local: Foyer do Cineteatro Caracas

No âmbito do Espaço de Intervenção Cultural – EIC, o Cineteatro Caracas promove uma exposição de trabalhos da Artista Oliveirense Mena D’ Oliveira, a qual terá lugar no próximo dia 15 de Janeiro de 2016 pelas 21h00 no Foyer da Sala de espetáculos.

 

A apresentação do trabalho será efetuada pelo Pintor Albuquerque Mendes.

 

A exposição estará patente ao público até ao dia 05 de Fevereiro.

 

A Exposição:

A minha geração sempre limpou o nariz a lenços de pano. A mãe tinha a preocupação de colocar, antes de ele sair de casa, um lenço no bolso do filho, no casaco ou então na manga da camisola, para ajudar em qualquer eventualidade. Havia lenços para homem, grandes porque as suas mucosas assim o exigiam, para senhora, finos, delicados, cheirosos e para criança, alguns já com bonecos tão admirados nessas idades. As crianças sempre foram crianças… Mais tarde apareceram os “klinex “, primeiros lenços de papel que sendo unissexo, foram utilizados de igual forma por homens, senhoras e até pelas crianças. Serve isto para justificar o trabalho que vou apresentar. Lembro-me, com saudade, do cheiro que emanava do lenço, que havia sido cuidadosamente perfumado pela mãe, pela tia ou pela avó, antes de o colocar na carteira para que ao o utilizar, o seu cheiro fosse sentido por todos os que se encontravam ao seu redor.

Era sempre um ritual como todos os rituais devidamente estudado. Como tenho fascínio pelos objetos, sobretudo quando os encontro juntos e muitos…, não resisti e comprei uma quantidade de lenços que encontrei numa loja na cidade do Porto, mais propriamente na rua dos Clérigos. Isso aconteceu na altura em que os lojistas tradicionais já começavam a sofrer com o início da crise. Muitas lojas foram substituídas por uma qualquer loja de Chinês. Aproveitei os lenços e dei-lhes várias utilizações. Estes, que utilizo agora no meu trabalho “ A preto e branco”, eram os lenços das viúvas. Não das recentes, que utilizavam só lenços completamente pretos, mas das que já estavam a “aliviar luto” como era de uso na época.

Transformei-os de modo a que o fim a que eram destinados fosse alterado. Agora tem a função de serem agradáveis á visão, pelo menos para mim isso é uma realidade e espero que concordem comigo.

Ficheiros para download
  • Casa Museu Ferreira de Castro Iporto - Agendas Cineteatro Caracas Concurso de Música Terras de La Salette IPORTO
  • Facebook Centro Lúdico de Oliveira de Azeméis Centro de Línguas de Oliveira de Azeméis Arquivo Municipal Academia de música
  • Piscina Municipal de Oliveira de Azeméis Azeméis Educa Twitter Parque Temático Molinológico Parque de La Salette
  • Loja Ponto Ja Biblioteca Municipal Ferreira de Castro Galeria Tomás Costa
Valid XHTML 1.0 Transitional CSS válido! Level Triple-A conformance icon, W3C-WAI Web Content Accessibility Guidelines 1.0 Símbolo de Acessibilidade à Web
CM Oaz - Todos os direitos reservados Largo da República, 3720-240 Oliveira de Azeméis [email protected]