• Atendimento
  • Portal Geográfico
  • Banner Balcão Único
  • Banner Bupi
  • Banner Projeto A NOSSA FREGUESIA...
  • Banner Emprego OAZ
  • Banner Medidas Emergência
  • Banner Estamos on
  • Banner Por um país com bom ar
  • Banner Andante
  • Banner Arquivo municipal digital
  • Banner Memórias OAZ
  • Banner IFRRU
  • Banner Portugal 2020
  • Banner A minha rua
  • Banner INDAQUA

Redução de 18% de vítimas mortais nas estradas portuguesas em 2021

Data: 16/01/2022
Oliveira de Azeméis

Os acidentes rodoviários tiraram, em 2021, a vida a 389 pessoas em Portugal Continental.

Os dados, provisórios, foram divulgados pela Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária (ANSR), e apontam para o registo de 28.868 acidentes com vítimas dos quais resultaram 389 vítimas mortais, 2 093 feridos graves e 33 812 feridos leves.

Relativamente a 2019 registou-se uma redução de 18% no número de vítimas mortais sendo que os despistes, em 2021, foram os responsáveis pelo maior número de vítimas mortais (185,48% do total).

Segundo a ANSR, estes resultados reforçam a tendência decrescente verificada ao nível das vítimas mortais e dos feridos leves e uma estabilização dos feridos graves desde 2017.

Por comparação com o ano 2019 são visíveis os progressos positivos ao nível de todos os indicadores, superiores à redução verificada no consumo de combustível rodoviário (menos 11%) e consequentemente à circulação rodoviária: menos 19% de acidentes com vítimas, menos 18% de vítimas mortais, menos 9% de feridos graves e menos 22% de feridos leves.

Comparativamente com o ano de 2020 verificou-se que o número de acidentes com vítimas aumentou 9% (mais 2.367), tendo o número de vítimas mortais reduzido 0,3% (menos uma). Apesar da descida muito ligeira do número de vítimas mortais, os feridos graves sobem 14%, o equivalente a 264 pessoas, e os feridos leves aumentaram 10% (mais 3.106).

Estes resultados são consequência, em grande medida, do facto do ano de 2020 ter sido um ano atípico, fortemente condicionado pelas restrições na mobilidade, e consequentemente com uma redução da circulação rodoviária, a qual teve um aumento em 2021, na mesma ordem de grandeza do aumento no consumo de combustível rodoviário: mais 5%.

Relativamente à fiscalização e aos comportamentos dos condutores, os dados provisórios permitem concluir que “em consequência do aumento da fiscalização e da redução das infrações, a taxa de infração (n.º total de infrações/n.º total de veículos fiscalizados) reduziu 17,3% comparativamente com 2020, situando-se nos 1,08%”.

Os dados da ANSR apontam ainda para uma redução de 13% nas infrações por excesso de velocidade. Já quanto à condução sob o efeito do álcool a taxa de infração (nº de infrações por álcool/nº de testes efetuados) aumentou em 1,9%, de 1,62% em 2020, para 1,65% em 2021.

  • Facebook Instagram Twitter Youtube Iporto - Agendas
  • IPORTO Azeméis Educa Arquivo Municipal Biblioteca Municipal Ferreira de Castro Centro Lúdico de Oliveira de Azeméis
  • Loja Ponto Ja Piscina Municipal de Oliveira de Azeméis Parque de La Salette Parque Temático Molinológico Academia de música
  • Centro de Línguas de Oliveira de Azeméis
Valid XHTML 1.0 Transitional CSS válido! Level Triple-A conformance icon, W3C-WAI Web Content Accessibility Guidelines 1.0 Símbolo de Acessibilidade à Web
CM Oaz - Todos os direitos reservados Largo da República, 3720-240 Oliveira de Azeméis [email protected]