• Atendimento
  • Portal Geográfico
  • Banner COVID19
  • Banner Emprego OAZ
  • Banner Medidas Emergência
  • Banner Estamos on
  • Banner Por um país com bom ar
  • Banner Andante
  • Banner Arquivo municipal digital
  • Banner Memórias OAZ
  • Banner IFRRU
  • Banner Portugal 2020
  • Banner A minha rua
  • Banner INDAQUA

Comissão aprova plano municipal de combate a incêndios para 2010

Data: 20/05/2010
Oliveira de Azeméis
O plano aprovado para 2010 é dinâmico e interactivo

A Comissão Municipal de Defesa da Floresta aprovou hoje o Plano Municipal Operacional (POM) de Oliveira de Azeméis para 2010, um instrumento destinado a permitir um combate rápido e coordenado aos incêndios.

O Plano foi elaborado de acordo com o estipulado nas orientações do Governo e da Autoridade Florestal Nacional e envolve diversas entidades com o objectivo de constituir-se numa estrutura organizada e avaliar as acções e os meios para a detecção, primeira intervenção, combate e rescaldo aos incêndios florestais.

O documento aprovado é «um plano dinâmico e interactivo», identifica as actividades que constituem perigo para a floresta e faz uma análise à distribuição da área ardida, das ocorrências e das causas dos incêndios.

O plano identifica ainda, por cada entidade, os meios e recursos disponíveis, destacando que «a organização do dispositivo operacional de defesa da floresta contra incêndios deverá variar consoante os níveis de alerta».

O documento destaca ainda a importância da primeira intervenção e dos 12 locais estratégicos de vigilância, além do papel de cada uma das entidades no terreno em termos de actuação e coordenação.

A Comissão Municipal de Defesa da Floresta analisou ainda os pontos de água aéreos, fundamentais no ataque aos incêndios, existentes nas freguesias de Palmaz, Ossela, Travanca, Ul, Loureiro, Pinheiro da Bemposta e Santiago de Riba-Ul.

No concelho de Oliveira de Azeméis arderam, entre 1980 e 2009, mais de três mil hectares de floresta, correspondendo a cerca de 32% da área florestal. Os piores anos foram 2005, com 735 hectares de área ardida, e 2006 com 362 hectares, cerca de metade da área do ano anterior.

A floresta ocupa 60% do território concelhio, a que corresponde 96 dos 162 quilómetros quadrados de área. A ocupação urbana apenas abrange 30% da área do território.

Face aos dados apontados no relatório sobre a ocupação territorial, no âmbito da revisão do Plano Director Municipal, a autarquia encara a floresta como «um recurso natural importante», tanto a nível da preservação do equilíbrio ecológico como do aproveitamento económico».

Segundo Hermínio Loureiro, presidente da autarquia, torna-se «imprescindível a definição de medidas de planeamento que permitam o seu melhor aproveitamento» ainda que os incêndios tenham destruído «extensas áreas florestais» sendo, por essa razão, um «problema grave que se tem vindo a agravar nas últimas décadas com graves repercussões sociais, económicas e ambientais».

GALERIA DE IMAGENS
  • Reunião da Comissão Municipal de Defesa da Floresta
  • Reunião da Comissão Municipal de Defesa da Floresta
  • Facebook Instagram Twitter Iporto - Agendas IPORTO
  • Azeméis Educa Arquivo Municipal Biblioteca Municipal Ferreira de Castro Centro Lúdico de Oliveira de Azeméis Loja Ponto Ja
  • Piscina Municipal de Oliveira de Azeméis Parque de La Salette Parque Temático Molinológico Academia de música Centro de Línguas de Oliveira de Azeméis
Valid XHTML 1.0 Transitional CSS válido! Level Triple-A conformance icon, W3C-WAI Web Content Accessibility Guidelines 1.0 Símbolo de Acessibilidade à Web
CM Oaz - Todos os direitos reservados Largo da República, 3720-240 Oliveira de Azeméis [email protected]