• Atendimento
  • Portal Geográfico
  • Banner Por um país com bom ar
  • Banner Andante
  • Banner Arquivo municipal digital
  • Banner Memórias OAZ
  • Banner IFRRU
  • Banner Portugal 2020
  • Banner A minha rua
  • Banner INDAQUA

Forças vivas de Cesar refletiram sobre futuro da freguesia

Data: 04/02/2014
Oliveira de Azeméis

As Jornadas Técnicas para o Desenvolvimento Local, que arrancaram no último fim-de-semana em Cesar, “registaram forte adesão, com participada reflexão e muitos contributos”, afirmou a coordenadora da Associação de Desenvolvimento Rural Integrado das Terras de Santa Maria (ADRITEM), Teresa Pouzada.

“A metodologia que reveste o formato das jornadas é muito interessante, envolvendo todos os participantes de uma forma dinâmica”, referiu a responsável, sublinhando que “Cesar respondeu à altura ao lançamento de mais uma iniciativa da ADRITEM”.

A ADRITEM contou na organização com a parceria do Município de Oliveira de Azeméis, da Junta de Freguesia de Cesar e da Villa Cesari (Associação de Cultura e Desporto de Cesar).

“O trabalho em rede é benéfico para pensarmos os caminhos para o desenvolvimento. O primeiro passo está dado e, certamente, outros se seguirão”, frisou.

O presidente da Junta de Freguesia de Cesar, Augusto Moreira, não tem dúvidas da importância desta reflexão, que – em sua opinião – é “necessária tendo em vista o desenvolvimento sustentável da vila para os próximos anos”.

“Ao reunirmos aqui as forças vivas da freguesia para debater problemas que são comuns a todos, significa que as pessoas têm interesse, que participam quando são chamadas e que desta forma vamos continuar no caminho certo rumo ao futuro”, salientou o autarca.

Para o presidente da Villa Cesari, Paulo Silva, este modelo de iniciativas “fortalece o trabalho em parceria”, ajudando, consequentemente, à evolução do território local.

“A interajuda entre associações, autarquia, empresas e comunidade, sobretudo em momento de crise - como o que estamos a viver -, é fundamental para prosseguirmos a nossa actividade em prol das populações”, disse.

A iniciativa - que surgiu no contexto dos “Encontros para o Desenvolvimento Local” – foi a primeira de uma série que irá percorrer as freguesias abrangidas pela ADRITEM oriundas dos concelhos de Valongo, Gondomar, Santa Maria da Feira, Oliveira de Azeméis e Albergaria-a-Velha.

“Estou convencido que estas jornadas vão ser um grande êxito, numa altura que é necessário agitar consciências, juntando à mesma mesa pessoas ligadas às diferentes áreas que caracterizam a identidade de um povo para discutirem ‘olhos nos olhos’ anseios e necessidades. Coletivamente é mais fácil traçar caminhos”, destacou António Grifo, diretor da ADRITEM.

Temas e convidados

“Território, Ambiente e Recursos Naturais”, “Demografia e Capital Humano”, “Setor Social”, “Cultura e Património”, “Actividades Económicas” foram as temáticas abordadas ao longo dos dois dias, permitindo “identificar os problemas e as potencialidades da freguesia de Cesar e definir as linhas estratégicas do seu plano de desenvolvimento para 2014-2020”.

Os trabalhos, que decorreram no Centro Cívico Justino Portal, contaram ainda com a participação de especialistas em diferentes áreas, que transmitiram experiência e conhecimento aos participantes, grande parte deles jovens ligados designadamente ao movimento associativo local.

O tema “Território, Ambiente e Recursos Naturais” foi dinamizado por Teresa Pouzada (licenciada em Engenharia das Ciências Agrárias e pós-graduada em Gestão) que além de coordenadora da ADRITEM ocupa idênticas funções na ATA – Aldeias de Portugal, sendo fundadora da PORTIC – Think Tank para a Internacionalização das Empresas.

“Demografia e Capital Humano”, a cargo de Lurdes Macedo (licenciada em Psicologia), consultora e formadora na área de recursos humanos e professora do ensino superior.

No “Setor Social”, Rosário Relva (socióloga), assistente de investigação no Departamento de Ciências Sociais, Políticas e do Território da Universidade de Aveiro, coordenadora e técnica superior de Sociologia em dois projectos de Desenvolvimento Local - PROGRIDE E POEFDS, proveniente de fundos comunitários.

“Cultura e Património”, com o escultor Bruno Marques, licenciado pela Faculdade de Belas Artes do Porto, mestrado e investigação em Arte Sacra.

“Atividades Económicas”, teve intervenção de António Luís Ferreira (licenciatura em Economia, pós-graduado em Marketing, mestrado em Gestão e Planeamento em Turismo), fundador e gestor da “Gestão de Topo” (consultoria e formação em gestão e empreendedorismo) e da “Verde Novo” (gestão territorial, valorização de património cultural, gestão turística); consultor e formador em diversas áreas da gestão; especialista em projetos de investimento e sistemas de incentivos.

  • Casa Museu Ferreira de Castro Iporto - Agendas Cineteatro Caracas Concurso de Música Terras de La Salette IPORTO
  • Facebook Centro Lúdico de Oliveira de Azeméis Centro de Línguas de Oliveira de Azeméis Arquivo Municipal Academia de música
  • Piscina Municipal de Oliveira de Azeméis Azeméis Educa Twitter Parque Temático Molinológico Parque de La Salette
  • Loja Ponto Ja Biblioteca Municipal Ferreira de Castro Galeria Tomás Costa
Valid XHTML 1.0 Transitional CSS válido! Level Triple-A conformance icon, W3C-WAI Web Content Accessibility Guidelines 1.0 Símbolo de Acessibilidade à Web
CM Oaz - Todos os direitos reservados Largo da República, 3720-240 Oliveira de Azeméis [email protected]