• Atendimento
  • Portal Geográfico
  • Banner Arquivo municipal digital
  • Banner Memórias OAZ
  • Banner IFRRU
  • Banner Portugal 2020
  • Banner A minha rua
  • Banner INDAQUA

Cantador ao desafio é homenageado aos 50 anos de carreira

Data: 23/09/2010
Oliveira de Azeméis

O dom do improviso e as qualidades técnicas do cantador ao desafio Valdemar Alves da Silva vão ser homenageadas no dia 25 de Setembro pela Câmara de Oliveira de Azeméis, revelou a autarquia.

Aos 76 anos, o cantador natural da freguesia de S. Roque, vê a sua vida artística reconhecida publicamente na homenagem que a autarquia decidiu promover para distinguir um dos melhores cantores ao desafio da região Norte, com 50 anos de carreira.

O tributo ao «rei», como é conhecido no meio artístico, inicia-se às 21h00 no cine-teatro Caracas, no decorrer do «Encontro de Cantares ao Desafio».

É rico o repertório que Valdemar Silva apresentou pelos palcos das cidades em que actuou com temas ligados ao escárnio e maldizer, amor e ódio, fé e caridade.

«Tenho preferência por temáticas que abordam assuntos bíblicos onde se proclama a religião uma vez que acredito numa força divina que me comanda», afirma.

As cantigas que improvisa espelham as obras que estudou e que ainda hoje guarda com afinco nas prateleiras da estante que exibe na sala juntamente com as fotografias dos palcos que pisou. Sobre os temas que canta diz que «a inspiração vem dos livros».

Valdemar Alves da Silva, pai de cinco filhos, nasceu a 15 de Agosto de 1934.Na escola foi bom aluno na leitura, apresentando uma caligrafia cuidada. Aos dez anos vai trabalhar para a fábrica de lápis em S. João da Madeira e aos 18 aprende a arte de sapateiro.

Valdemar Silva possui uma voz invulgar. «Nunca tive vícios e por isso não fumava nem bebia, o que ajudava a que não me faltasse a voz nos espectáculos». O chá de casca de cebola que a esposa lhe preparava era outro truque que usava para a garganta.

Filho de cantador, Valdemar Silva subiu ao palco pela primeira vez aos 26 anos e desde então nunca mais parou. Actuou em todo o país. A nível local foram muitas as actuações em Oliveira de Azeméis, Arouca, Vale de Cambra, S. João da Madeira e Santa Maria da Feira.

«Corri o país e só não aceitei viajar pelo mundo porque a fobia de andar de avião me impedia», diz.

Para Valdemar Silva «muita coisa mudou» e, apesar dos espectáculos estarem hoje cheios de adeptos de cantigas, «já não existem bons cantadores de improviso como antigamente».

No panorama nacional destaca nomes como Casanova, Teixeira, Joaquim Grilo e Maria Rocha enquanto «cantadores ilustres na sua arte».

Os colegas e o público vêem-no como o «rei» dos cantadores, a forma como gostaria de um dia ser recordado embora se considere «igual aos outros» ainda que possua o dom de cantar com que nasceu.

GALERIA DE IMAGENS
  • Valdemar Alves da Silva, cantador ao desafio com 50 anos de carreira
  • Casa Museu Ferreira de Castro Iporto - Agendas Cineteatro Caracas Concurso de Música Terras de La Salette IPORTO
  • Facebook Centro Lúdico de Oliveira de Azeméis Centro de Línguas de Oliveira de Azeméis Arquivo Municipal Academia de música
  • Piscina Municipal de Oliveira de Azeméis Azeméis Educa Twitter Parque Temático Molinológico Parque de La Salette
  • Loja Ponto Ja Biblioteca Municipal Ferreira de Castro Galeria Tomás Costa
Valid XHTML 1.0 Transitional CSS válido! Level Triple-A conformance icon, W3C-WAI Web Content Accessibility Guidelines 1.0 Símbolo de Acessibilidade à Web
CM Oaz - Todos os direitos reservados