• Atendimento
  • Portal Geográfico
  • Banner COVID19
  • Banner Emprego OAZ
  • Banner Medidas Emergência
  • Banner Estamos on
  • Banner Por um país com bom ar
  • Banner Andante
  • Banner Arquivo municipal digital
  • Banner Memórias OAZ
  • Banner IFRRU
  • Banner Portugal 2020
  • Banner A minha rua
  • Banner INDAQUA

Carências de todas as bandas do concelho estão já na posse do executivo

Data: 24/09/2010
Oliveira de Azeméis
A visita à Filarmónica Cucujanense e à Sociedade Musical Harmonia Pinheirense fechou a ronda de deslocações do executivo a todas as agremiações musicais do concelho

A Câmara de Oliveira de Azeméis «fechou» a ronda de visitas às sedes das bandas musicais do concelho com as deslocações à Filarmónica Cucujanense e à Sociedade Musical Harmonia Pinheirense.

As visitas, que anteriormente envolveram as bandas de Fajões, Carregosa, S. Tiago de Riba-Ul e Loureiro, destinaram-se a avaliar as necessidades de cada uma das associações com o objectivo de, até ao final de 2010, o executivo definir um plano de acção e apoio às colectividades musicais.

Hermínio Loureiro, presidente do município, esteve com a vereadora da cultura, Gracinda Leal, na sede da Filarmónica Cucujanense e ouviu dos dirigentes as principais dificuldades ao desenvolvimento da sua actividade.

O autarca não prometeu nada antes de ser elaborado o plano de acção para as bandas, medida anunciada por Hermínio Loureiro no final do mês de Julho.

Até ao final deste ano o executivo  vai definir, para os próximos anos, um plano de acção para as bandas do concelho ao nível da programação cultural, instalações, instrumentos e formação musical.

«Primeiro temos de ter na nossa posse a lista das necessidades para depois traçarmos o apoio a dar até porque cada banda tem especificidades e problemas diferentes», disse o autarca, sublinhando que «o município tem orgulho neste tipo de colectividades e por isso temos que as apoiar».

Na base da associação musical esteve a banda criada em dois de Fevereiro de 1891 por iniciativa do monge beneditino D. Plácido José Gonçalves.

A vida da associação conheceu interregnos que, há cerca de uma década, terminaram com a constituição da actual Filarmónica Cucujanense.

No Pinheiro da Bemposta, Hermínio Loureiro sentou-se á mesa com os responsáveis da Sociedade Musical Harmonia Pinheirense, associação com 128 anos e apoiada por um corpo musical constituído por mais de uma centena de elementos.

O autarca ouviu as principais carências e recebeu um dossier que ajudará a elencar o tipo de apoio a conceder quando for aplicado o plano de acção para as bandas do concelho.

Para a sua expansão, a banda viu aprovada uma candidatura pela ADRITEM - Associação de Desenvolvimento Rural Integrado das Terras de Santa Maria.

Sobre a dimensão da escola de música, constituída por 112 alunos e 11 professores, Hermínio Loureiro disse ser «muito importante para o executivo a formação musical» pelo que «é inevitável, por todas as razões, que continuemos a apoiar o associativismo».

GALERIA DE IMAGENS
  • Visita à Filarmónica Cucujanense
  • Visita à Filarmónica Cucujanense
  • Visita à Filarmónica Cucujanense
  • Visita à Filarmónica Cucujanense
  • Visita à Sociedade Musical Harmonia Pinheirense
  • Aula da escola de música da Sociedade Musical Harmonia Pinheirense
  • Aluna numa aula musical
  • Visita à Sociedade Musical Harmonia Pinheirense
  • Facebook Instagram Twitter Iporto - Agendas IPORTO
  • Azeméis Educa Arquivo Municipal Biblioteca Municipal Ferreira de Castro Centro Lúdico de Oliveira de Azeméis Loja Ponto Ja
  • Piscina Municipal de Oliveira de Azeméis Parque de La Salette Parque Temático Molinológico Academia de música Centro de Línguas de Oliveira de Azeméis
Valid XHTML 1.0 Transitional CSS válido! Level Triple-A conformance icon, W3C-WAI Web Content Accessibility Guidelines 1.0 Símbolo de Acessibilidade à Web
CM Oaz - Todos os direitos reservados Largo da República, 3720-240 Oliveira de Azeméis [email protected]